RSS feed for Mulher no Cinema

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • Can You Ever Forgive Me?

    Can You Ever Forgive Me?

    Se "Poderia Me Perdoar?" funciona tão bem é porque todos os principais envolvidos – elenco, roteiristas, diretora – encaram os personagens da história sem excesso de julgamento ou de reverência, erros igualmente incômodos em se tratando de cinebiografias. O filme não tenta justificar os erros da protagonista nem busca forçar uma simpatia e carisma que ela não tinha, mas o próprio título indica a disposição de olhar para ela com generosidade. Entende-se que Lee Israel tinha personalidade difícil, alienava os outros e cometeu um crime. Mas o que mais ela era e o que mais ela fez?

    Crítica completa: mulhernocinema.com/criticas/indicado-a-tres-oscars-poderia-me-perdoar-reforca-versatilidade-de-melissa-mccarthy/

  • Captain Marvel

    Captain Marvel

    "A essa altura da obsessão de Hollywood por quadrinhos, o que há de realmente inédito em qualquer filme de heroína ou herói? Capitã Marvel tem tudo que têm os demais: perseguições de carro, combates no espaço, cenas de luta, coisas explodindo, surpresas nem tão surpreendentes assim. Tem, até, um diferencial: a ambientação nos anos 1990, que garante a dose de nostalgia e uma divertida trilha sonora que vai de Garbage e No Doubt a TLC e Des’ree. Ou seja: missão cumprida.""

    Leia a crítica completa: mulhernocinema.com/criticas/com-capita-marvel-principal-universo-dos-quadrinhos-no-cinema-finalmente-tem-mulher-protagonista/

Popular reviews

More
  • The Miseducation of Cameron Post

    The Miseducation of Cameron Post

    O cenário de "Cameron Post" remete ao excelente documentário "Jesus Camp" (2006), dirigido por Rachel Grady e Heidi Ewing, sobre um acampamento americano que doutrinava crianças sobre diversos assuntos, de aborto a aquecimento global. Cada um à sua maneira, os dois filmes mostram como líderes religiosos veem os jovens de forma estratégica – soldados que podem ser treinados para defender os princípios e interesses do grupo a longo prazo.

    No caso de "Cameron Post", a opção é por um tom…

  • Ocean's Eight

    Ocean's Eight

    Em geral, a sensação é a de que todas as envolvidas mereciam mais. É claro que a repetição de fórmulas não é novidade no mercado americano, e é verdade que, diante do estado da representação feminina em Hollywood, um filme divertido com oito mulheres no comando de suas próprias vidas já parece muita coisa. Mas por que não fazer mais? Por que não ir além da “versão feminina”? Por que não abraçar a oportunidade de se criar algo único, ainda que com base na franquia?

    Leia a crítica completa: mulhernocinema.com/criticas/oito-mulheres-e-um-segredo-troca-ladroes-por-ladras-mas-repete-formula-da-franquia/